Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Polícia Federal prende vereadores, advogado e servidores do Idaf no Acre

Uma organização criminosa que comercializava carne clandestina no Acre está sendo desmantelada pela Polícia Federal nesta terça-feira, dia 13, durante a Operação Sngue Amargo, deflagrada nas primeiras horas do dia. O grupo atendia açougues e escolas públicas e entregava produtos sem procedência legal.

A Polícia Federal informou que as investigações começaram à medida que os membros da organização foram ficando conhecidos pela prática. A carne também era vendida a custo menor, mo que chamou a tenção. Havia, ainda, o uso de poder político para ajudar a grupo no drible às fiscalizações.

Os alvos da Operação Sangue Amargo são Denys Ferreira de Oliveira, José Ribeiro de Melo (Zé Boçal), Samuel Pereira de Souza, Julio Cesar Klaczik, Leandro Barroso da Silva, Jair Feitosa Bezerra, Francisco de Oliveira Ribeiro e um outro homem, identificado apenas como Gerson.

Estabelecimentos comerciais também são alvo da Polícia Federal na manhã desta terça-feira. A ação foi deflagrada também em Plácido de Castro, onde a prefeitura da cidade teria sido uma das vítimas do bando, isso porque o grupo havia vencido uma licitação do município.

Segundo apurou o ac24horas, agentes da Polícia Federal cumprem um total de 26 ordens judiciais, entre elas oito de prisão, 10 de busca e apreensão e outros para o bloqueio de bens de alguns dos investigados.

A PF informou também que entre os presos estão dois vereadores, um advogado e um servidor do Instituto de Defesa Agropecuária do Acre (IDAF), pois os investigados teriam se valido do poder político e funcional para possibilitar a atuação dos criminoso. Por