Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Sebastião Viana defende boicote a empresas que geram centenas de empregos no Acre por declarar apoio a Bolsonaro

O governador Sebastião Viana (PT), num momento em que o país amarga a cifra de 13 milhões de desempregados, compartilhou em sua página oficial no Twitter conteúdo que defende o boicote a empresas cujos donos declararam apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).
Entre essas companhias estão a Riachuelo, a Centauro, a Havan, a Localiza, as Lojas Americanas e a academia Smartf Fit. Juntas, elas geram centenas de empregos no Acre.
Não que o boicote defendido por Sebastião Viana vá ter impactos diretos e imediatos nos resultados destas grandes empresas, presentes em todo o país. Mas caso de fato os consumidores “comprem” a ideia, aos poucos os lucros podem cair.
Com menos dinheiro em caixa, uma das primeiras medidas adotadas por ela será demitir funcionários como forma de redução de despesas. Mercados pequenos como o Acre, geralmente, são os primeiros a passar pela tesourada.
A reportagem procurou a assessoria de imprensa do governador para saber se de fato ele compactua com o boicote que pode causar ainda mais danos num cenário de crise econômica no país, mas informou que não se manifestará.