Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Gehlen Diniz atira contra caminhonete e prende ex-deputado em Sena Madureira

Fotos/Reprodução
O deputado estadual Gehlen Diniz (PP) prendeu o ex-deputado Gilberto Diniz (PT do B)  na noite deste domingo (16) no bairro Ana Alves Vieira, no município de Sena Madureira, interior do Acre. A situação envolvendo disparo de arma de fogo resultou em um Boletim de Ocorrência registrado na delegacia da cidade.


De acordo com o que consta no BO, o político e outros três amigos estavam em um churrasquinho, quando foi ouvido um barulho. Ao sair para ver o que tinha acontecido, o deputado acreditou que uma caminhonete de cor prata tinha colidido contra seu carro. O condutor, Gilberto, fugiu do local em alta velocidade.
Consta ainda, que o deputado progressista, que também é policial rodoviário federal, iniciou uma perseguição pela avenida onde o fato aconteceu. Nas proximidades da delegacia, Gehlen atirou na caminhonete, forçando a parada. O ex-parlamentar estaria visivelmente embriagado e não resistiu a prisão.
Os conflitos envolvendo os dois políticos acontecem desde 2014. Ao Ecos da Notícia, Gehlen Diniz afirmou que o dano em seu carro foi causado por um objeto e não devido a suposta colisão. Ele esclareceu ainda sobre o disparo efetuado em via pública. O deputado acredita estar sendo vítima de perseguição.
“Efetuei um disparo no pneu da caminhonete, tentando evitar que ele fugisse. Ao aborda-lo, ele estava visivelmente embriagado. O que acontece de ruim com ele, ele me culpa. Perdeu a eleição em 2014, me culpa por isso. Foi preso na eleição de 2016 e me culpa por isso. Agora teve a candidatura indeferida pelo TRE e também me culpa por isso”, disse.
A reportagem também tentou ouvir a versão de Gilberto, mas até a publicação as mensagens não foram respondidas. Apesar das diferenças e confusões motivadas por posições políticas, Gehlen e Gilberto são primos. O delegado da cidade, Marcos Frank Costa e Silva, não se pronunciou sobre o caso.