Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Vereador Mineirinho Schiavo Simões de Plácido de Castro denuncia falta de pagamento para os funcionários provisórios da prefeitura.

O vereador Mineirinho Schiavo de PSL, do município de Plácido de Castro usou sua rede social para cobrar providência e denunciou a gestão do Prefeito Gedeon Barros, sobre a falta de pagamentos dos funcionários terceirizados da prefeitura de Plácido de Castro.

O parlamentar classificou como irresponsável afirmou que aconteceu de novo alegando um descaso com os trabalhadores.

“Já virou rotina o descaso da gestão com os profissionais provisórios que trabalham diariamente. Neste domingo fia 12 de agosto de 2018 foi comemorado *o dia dos pais*, mas quem os filhos que trabalham pelo quadro provisórios das secretarias municipais não puderam comprar algo para seus pais, pois o salário após mais de 40 dias trabalhos ainda não saiu. É triste e lamentável essa cena com o povo trabalhador Palaciano. O que se tem visto dessa gestão é a valorização de pessoas que não sabiam nem onde Plácido ficava, mas que empurrados pelos parlamentares da base do prefeito tem caído aqui no município ganhando altos salários em cargos de primeiro escalão e com várias regalias. Porém os filhos da terra e falo de trabalhadores permanentes e provisórios tem sido abandonado e na grande maioria dos casos com seus direitos violados sem 13° e férias. O provisório na gestão atual só tem um único direito que é nos reclamar dos direitos que não tem. Várias datas comemorativas essas pessoas estão passando sem um tostão no bolso. Precisamos acordar a população e dá um basta nessa situação. Senhor prefeito, seja um gestor competente valorize o povo da terra e não uma cambada de forasteiros que estão no município se beneficiando do dinheiro do povo Palaciano. Até pessoas de Manaus trouxeram para cá. Tenho certeza que nessa cidade amada tem pessoas qualificadas para assumir qualquer cargo que for preciso”.
Fica aberto o espaço para quais quer esclarecimentos de ambas partes citadas.