Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Por sete votos favoráveis Vereador Sionayton-PP é eleito novo presidente da câmara municipal de Acrelândia.

Por Adriano Mendes

Na manhã desta segunda-feira 20, em uma sessão que parecia tudo dentro da normalidade o inesperado aconteceu. No grande expediente a vereadora Rosa apresentou um requerimento para que o presidente Marciano Tiririca realizasse a eleição da nova mesa diretora para o pleito de 2019 ao final de 2020.

 No momento o vereador Ivanir juntamente com o vereador Mauro não concordaram e pediram suspensão da sessão, o presidente suspendeu por cinco minutos e depois afirmou que não tinha porquê suspender a sessão.

 Foram eleitos por sete votos favorável e dois contra o novo presidente da câmara vereador Sionayton-, Vice-presidente professor Valderir-PSL, primeira secretária vereadora Rosa-PSR e segundo secretário vereador Rozeno-PSD.
Segundas informações a votação foi articulada minutos antes de começar a sessão pegando de surpresa os vereadores Mauro e Ivanir que tentavam uma articulação contraria para outra formação da mesa e foram colocados para escanteio pelos demais vereadores.

Os vereadores Mauro e Ivanir, votaram contra e saíram insatisfeitos com a votação já que ambos perderam o lugar na mesa diretora.

Segundo Sionayton, a decisão da votação da nova mesa diretora foi por conta das eleições deste ano e principalmente por intender que cabe ao poder legislativo decidir por não ter envolvimento de terceiros com promessa de apoio politico e muito menos com promessa de empregar alguém para realizar a formação da nova mesa diretora.

O atual presidente Marciano Tiririca foi elogiado por todos pela maneira de como conduziu os trabalhos. Os novos componentes da mesa diretora tomarão posse no começo de janeiro de 2019.

Vereador Sionayton do PP é vereador de segundo mandato e foi eleito pelo bloco de oposição em Acrelândia. No final da sessão foi um entra e saio das salas do parlamento mirim, uns comemoravam a votação e para outros sobraram o muro das Lamentações.