Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

“Não vou entrar em baixarias”, diz Gladson Cameli ao falar sobre campanha ao governo

O vale tudo pelo poder durante o período eleitoral leva a disputa para o submundo da calúnia e difamação entre adversários políticos, aliados e cabos eleitorais. Essa será uma cena recorrente durante o pleito. Porém, o candidato do Progressistas ao governo do Estado do Acre, Gladson Cameli, não está disposto a entrar nesse jogo. “Eu não vou entrar em baixarias”, afirma.
O progressista salienta que vai tentar convencer o eleitor por meio de propostas e expondo seu plano de governo. Não admite lançar mão de armas apelativas como ataques pessoais ou contra a família de seus adversários, diz.
“Vou fazer uma campanha pé no chão, conversando com as pessoas. Essa campanha não vai envolver o partido A ou partido B. Essa eleição envolve as pessoas, envolve o cidadão comum, a todos. Vai ser há campanha com propostas. Vou usar o maior tempo que eu puder pra debater a situação do Estado, respeitando as famílias, a minha família, inclusive a família dos meus adversários. Eu não vou entrar em baixarias.”
Gladson Cameli cumpre agenda no Juruá desde o domingo passado. Nesta quinta-feira, 16, dia oficial do início da campanha eleitoral, ele se reuniu com empresários e políticos de Cruzeiro do Sul, tomou café em mercado e conversou com eleitores.