Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Grupo de Alunos da escola Marcilio Pontes registram boletim na delegacia contra direção da escola, eles alegaram que foram impedidos de entrar na escola por chegar três minutos atrasados.

Por Adriano Mendes.

Um grupo de adolescente e estudante da escola de ensino estadual Professor Marcilio Pontes Dos Santos em Acrelândia, registraram um boletim de ocorrência na delegacia de Acrelândia contra a diretora que responde pelo estabelecimento professora Maria Cacilda de Vasconcelos.

 O fato aconteceu nesta sexta-feira, segundo Consta do boletim de ocorrência, os alunos chegaram três minutos atrasados e foram impedidos de entrar na escola por motivo de um regimento interno que prevê tolerância de cinco minutos. Os alunos informaram que por diversas vezes já foram até a direção da escola alegando que a tolerância prejudica os mesmos, já que muitos são moradores da zona rural.

Segundo os alunos outras vezes já foram impedidos de entrar na escola por chegarem atrasados. Eles alegam que antes a tolerância era de 15 minutos e agora passou para cinco minutos, para eles, está sendo quase impossível cumprir com a nova tolerância de entrada na escola

O delegado ao ouvir os alunos posteriormente irá ouvir a versão da escola, o conselho Tutelar da cidade deve se manifestar sobre o caso, o espaço fica aberto para os esclarecimentos da direção da escola citada. 

Os nomes e a imagem dos adolescentes foram preservadas como versa o estatuto da criança e do adolescente.