Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Auditores do TCE dão prazo de 90 dias para que Tião Viana exonere 1.650 cargos comissionados

O governador do Acre Tião Viana e a Secretária de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, foram intimados pela Diretoria de Auditoria Financeira e Orçamento (DAFO) do Tribunal de Contas do Estado, e tem prazo de 90 dias para demitir, com urgência, pelo menos 1.650 cargos comissionados, com desembolso mensal de nada menos que R$ 5,8 milhões.

No atual quadro funcional na administração de Tião Viana consta nos relatórios que ele dispõe de mais de 2 mil cargos em comissão. Para esclarecimento das necessidades e atribuições de cada cargo comissionado na administração pública, os Auditores do TCE querem ainda que o governador Tião Viana altere, via Assembleia Legislativa, a lei complementar 314/2015 e explique da importância de cada comissionado para o funcionamento da máquina pública.

O teor do documento do DAFO, datado de 5 de julho de 2018, conta com assinaturas dos auditores Arão Cavalcante, Alexsandro Souza e Suely Lameira, estava até agora sendo mantido em sigilo. O documento só veio a tona, após o deputado federal Major Rocha (PSDB) entrar com requerimento e um mandado de segurança na justiça pela transparência dos gastos com a administração pública estatal  SALOMÃO MATOS, DO CONTILNET