Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Mais de 10 pessoas teriam participado da morte de suspeito de estupro



Mais de 10 pessoas teriam espancado até a morte Gabriel de Oliveira Lima, de 31 anos, encontrado morto pela polícia após ter estuprado uma mulher mototaxista na tarde da última sexta-feira (20). A morte teria ocorrido em retaliação ao estupro e foi praticada pelos mototaxistas amigos da vítima, informa o delegado da homicídios, Rêmulo Diniz, responsável pela investigação do caso.
Ainda de acordo com o delegado, mesmo estando internada, pelas características físicas, a mulher reconheceu Gabriel como aquele que a estuprou e a violentou fisicamente. Ela está sendo submetida a exames de conjunção carnal e tratamento psicológico fornecido pelo estado.
“A mulher relatou que fez a corrida até o local solicitado pelo homem e ao chegar lá ele a obrigou a deixar a moto e foram até uma área de mata onde aconteceu os abusos. Isso foi por volta das 15h e perduraram até às 17h. Foi então que em um dado momento ela conseguiu fugir, pedir socorro e acionar a polícia bem como os colegas através do rádio. Eles foram lá, fizeram o cerco, atearam fogo na mata e conseguiram localizá-lo. Ele foi morto a pauladas”, disse Rêmulo Diniz.
O inquérito policial foi aberto e está ouvindo testemunhas. Quando identificados, os envolvidos deverão ser penalizados de acordo com suas participações no crime de homicídio. O suspeito mesmo morto, também deverá ser indiciado pelo estupro como manda o procedimento legal.