Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Carteiros viram alvo de bandidos e Sintect-AC pede mais segurança

A diretoria Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos do Acre (Sintect-AC) está estudando alternativas que obrigue a estatal a adotar medidas para coibir os assaltos a carteiros. Em apenas um ano foram registradas nove ocorrências.

Segundo o secretário-geral da entidade, Cleyton Nogueira, os bandidos assaltaram até a van do Papai Noel dos Correios, no final do ano passado, levando pertences pessoais dos ocupantes. Trabalhadores estão se recusando até em levar encomendas para o bairro Taquari, local em que houve o registro de sete ocorrências. O último caso ocorreu na manhã de quarta-feira.

“Apenas um colega está realizando a entrega de encomendas, porque ele mora no bairro, mas o trajeto é até a casa dele. Ele também acha muito arriscado sair da rota. A última colega assaltada está traumatizada, levaram tudo que ela tinha e ameaçaram de matá-la e isso está assustando os trabalhadores”, explicou o sindicalista.

Além dos sete casos de assalto no Taquari, dois carteiros também foram vítimas do mesmo crime, sendo um no Montanhês e um no Loteamento Ipanema.

“Os crimes aumentaram ainda mais, porque o carteiro passou usar um smart phone da empresa para dar baixa automática das encomendas, o que vem atraindo ainda mais os bandidos”, alertou Cleyton Nogueira.