Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Em Acrelândia Mulher suspeita de participar de quadrilha, ganha liberdade e justiça ainda manda devolver objetos



O Crime em Acrelândia compensa
Em uma ação da polícia no último final de semana, quatro pessoas suspeitas de praticarem crimes de furto, em três municípios do estado foram presas. Com eles a polícia encontrou armas de fogo, veículos e objetos que seriam oriundos dos crimes. Três foram presos em Acrelândia e uma mulher em Rio Branco, que foi submetida a audiência de custódia e liberada na manhã de quarta-feira (30).
Na casa de Aldemira do Carmo Leitão, a polícia apreendeu um vasto material agrícola e cinco espingarda que testemunhas reconheceram a propriedade, porém, em audiência de custódia, a justiça decidiu soltar a mulher e ainda determinou a devolução dos objetos apreendidos.
A investigação sobre a atuação da quadrilha nos municípios de Acrelândia, Quinari e Plácido de Castro estava sendo realizada pelo delegado, Carlos Bayma e também pelo delegado de Senador Guiomard, Marcos Cabral, e tiveram a ajuda da Polícia Militar para prender os suspeitos, José Francisco da Costa Nascimento, Francisco Ferreira da Silva e Antônio Carlos Ferreira da Silva. Aldenira, esposa de um dos suspeitos, foi presa em Rio Branco, no bairro Jorge Lavocat.
“Estamos tristes, mas, estamos aqui para trabalhar e não vamos parar. Fizemos nosso trabalho. Dentre os objetos que estavam na casa dela, houve vítimas que reconheçam seus pertences como a cela de cavalo e um par de botas e ela é esposa de um dos presos em Acrelândia. Enfim, os outros envolvidos foram para o presídio e o inquérito está quase finalizado”, disse o delegado Bayma.
Os proprietários dos objetos afirmaram não intender a decisão da Juizá Camylla Acioli da Comarca de Acrelândia, e afirmaram que irão impetrar uma ação no  CCJ.