Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Conselho Tutelar de Acrelândia, esclarece que todas as medidas foram tomadas por parte do órgão em defesa das crianças sobre a paralisação das aulas.

Por Adriano Mendes

Na manhã desta sexta-feira, a presidência do conselho Tutelar do município de Acrelândia Jessiane Brandão e Vice-Presidente Thais Raniele, juntamente com as demais conselheiras, emitiram um comunicado ao site Acrelândia News, esclarecendo sobre as providências que o órgão já tomou sobre as paralisações das aulas da rede municipal de ensino. Segundo as conselheiras, o conselho já protocolou um pedido de providência junto ao ministério público para que os direitos das crianças e dos adolescentes possam ser cumpridos.

“Queremos  esclarecer a toda população de Acrelândia que o Conselho Tutelar deste município, esclarece quanto aos acontecimentos  com relação a paralisação das aulas nas escolas municipais, onde  os direitos das crianças e dos adolescentes estão sendo violados pelo poder público, queremos afirma,  como órgão que zela pelo cumprimento dos direitos das crianças e do adolescente, estamos também preocupados com estas situação, já foi protocolado por este conselho no ministério público, pedido de providências.

 O conselho assim como a população esta aguardado que o ministério público o órgão fiscalizador, se manifeste sobre o caso.

 Nós como conselheiras, não podemos participar de manifestações, mas isso não quer dizer, que este conselho não esteja trabalhando em defesa do cumprimento dos direitos das crianças.

Em relação aos trabalhos do conselho Tutelar, todas as denúncias envolvendo qualquer criança e adolescente, são verificados e encaminhado aos órgãos competentes, nós  fazemos todo o acompanhamento até os resultados final”. Disse.

Segundo as conselheiras, outras medidas já foram tomadas por parte do conselho em relação as condições apresentadas na logística das escolas municipais, exclusivamente a Escola Rita Bocalom.” Nós também, encaminhamos ao MP, um pedido de providência em relação as condições apresentadas nas escolas, com a presença de pombos e outros requisitos que oferecem riscos a saúde e o bem estar de cada criança e adolescente  “. Afirmou

Segundo Jessiane, os pais podem ficar tranquilo que tudo que for de competência do conselho de Acrelândia já foram tomadas, as conselheiras afirmaram que o conselho tutelar de Acrelândia está sempre à disposição da comunidade para quaisquer esclarecimentos.