Há mais Nova Clinica UNID-DENT na Vila Evo Morales fronteira com Plácido de Castro

Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

TV Acrelândia News

Publicidade

Projeto de Lei do executivo que versa sobre desligamento voluntário, causa polêmica e desentendimento entre vereadores de oposição e situação em Acrelândia.

Por Adriano Mendes-Acrelândia News
O clima no legislativo mirim de Acrelândia a cada dia vem esquentado entre os vereadores da Base do Prefeito Caetano e de oposição.

Na sessão desta segunda-feira 23, um projeto de lei de autoria do executivo municipal que versa sobre o desligamento espontâneo do funcionário público da prefeitura de Acrelândia, causou polêmica e um princípio de desentendimento entre vereadores de oposição e situação.

Ao colocar a matéria em votação pelo presidente da casa Marciano Tiririca, o vereador Sionayton do PP pediu visto do projeto, o presidente disse que não podia mais pedir visto, foi quando começou um princípio de desentendimento, a sessão foi suspensa por dez minutos.

Na volta, Tiririca  colocou o pedido de visto em votação que foi vencido pelos vereadores que  defende o prefeito na casa, Ivanir-PSB, Sionayton-PP, Valderir-PSL, Moises Febrônio-PSB e Mauro do MDB, já os únicos vereadores que fazem oposição ao prefeito na casa votou contra o pedido de Visto, Marciano Tiririca-PSD, Rosa-PROS e Rozeno-PSD, o vereador que defende o prefeito na casa, Tião Benicio não compareceu à sessão.

Durante os últimos dias vem ocorrendo uma verdadeira quebra de braço entre os vereadores que defende o prefeito e os que não defende. Rozeno declarou oposição ao prefeito, mas  afirmou que sempre irá ajudar o prefeito nas matérias importantes, mas que fará cobranças como parlamentar em defesa do povo e não de um grupo apenas.

Em quanto os vereadores de oposição passar a fazer cobranças nas situações enfrentada pela comunidade no-a-adia, os da situação tenta mostrar seus trabalhos realizados durante a semana, mas o foco principal é defender a gestão das criticas apresentada pela oposição.

O vereador Sionayton do PP, disse que o pedido de visto no projeto tem objetivo de  apresentar uma sumula aos demais colegas sobre a importância  do projeto, que irá beneficiar o trabalhador que está prestes a se aposentar. Segundo Sionayton, o problema que muitos dos vereadores não entenderam o projeto, por isso pediu visto para estudar melhor. Segundo o parlamentar, estas questões fazem partes dos trabalhos no legislativo, e cada um coloca suas ideias.