Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Lixo Hospitalar é flagrado no lixão de Acrelândia: Ministério Público poderá ser acionado.

Por Adriano Mendes-Acrelândia News.

Uma grande quantidade de lixo hospitalar foram encontrados no lixão da cidade de Acrelândia. O flagra aconteceu na tarde desta quinta-feira, pelos vereadores Rozeno-PSD, Rosa-PROS e Marciano Tiririca-PSD, depois que receberem a denúncias de moradores próximo ao lixão.

Segundo Tiririca, recebeu uma ligação de um morador próximo ao lixão relatando o fato. Segundo os parlamentares ao averiguar a denúncia no lixão foi comprovado a veracidade dos fatos.

No local foi depositado uma grande quantidade de lixo hospital, como seringas, material de soro e muitas agulhas. Os vereadores classificaram o ato sendo uma irresponsabilidade, já que no local mora muitos moradores e muitas crianças passam a visitar o lixão trazendo riscos de serem contaminados.

Os parlamentares afirmaram que irão buscar uma resposta das autoridades competentes e que pretende levar o caso ao conhecimento do ministério público.Resta saber se o material encontrado no lixão da cidade é proveniente da unidade mista de Saúde de Acrelândia pertencente ao estado, ou dos PSFs que pertence ao município.

Segundo a lei, é crime jogar quaisquer resíduos que tenha substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana e ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos: Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.

Todo material utilizado em hospitais, clínicas, consultórios, postos de saúde, centros de pesquisa, laboratórios de farmacologia e necrotérios, dentre outros estabelecimentos, precisa receber atenção especial antes de ser descartado, uma vez que pode provocar sérios danos aos seres vivos e ao meio ambiente.

 Os materiais mais perigosos são separados em sacos plásticos especiais e etiquetados como resíduos infectantes e resíduos radioativos. Ambos são incinerados, porém os resíduos radioativos primeiramente são armazenados até que atinja o nível de radiação que permita o seu destino final. De acordo com a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), os hospitais são responsáveis pela destinação final.


Fica aberto o espaço para quaisquer esclarecimentos por qualquer parte citada nesta matéria.