Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Vigilância sanitária faz interdição da merenda escolar e prefeitura notifica empresa responsável.

Por Adriano Mendes 

Ao ser noticiado com exclusividade pelo site Acrelândia News na noite de ontem, sobre a denúncia feita pelos vereadores que a merenda escolar estava sendo transportada em um caminhão com resto de fezes de gado.

Na manhã desta quinta-feira, a prefeitura juntamente com a secretaria municipal de educação e representante da vigilância sanitária fizeram uma reunião e tomaram algumas medidas sobre o caso. Estiveram presentes do vice-prefeito Marquinhos, secretário de Educação Donizete de Melo, Valmir e Juarez representante da vigilância sanitária.

Segundo o vice-prefeito Marquinhos, em nenhum momento aconteceu um flagra sobre a questão da merenda escolar. Os vereadores juntamente com a secretário de educação foram convidados para participar da chegada da merenda escolar que é de responsabilidade da empresa T. Leite Silva, quando a merenda chegou no deposito da prefeitura a própria secretaria constatou a irregularidade que foi acionado os vereadores pela própria gestão.

Segundo Marquinhos, realmente o transporte da merenda escolar estava sendo transportado em um caminhão com resto de fezes de animal. O vice-prefeito informou, que a empresa foi notifica e toda a merenda aprendida pela vigilância sanitária, a empresa terá que subsistir todo o material aprendido.

Segundo o secretário professor Donizete, os fiscais da vigilância sanitária, só puderam realizar o embargo da mercadoria no outro dia, já que na hora da entrega da merenda, os fiscais não tinham poder de fazer apreensão porque estavam fora do expediente. No dia seguinte pela manhã, os fiscais foram até o deposito lacraram todo o material do deposito juntamente com a merenda escolar.

Segundo o secretário, o único erro foi que a merenda foi transportada de maneira insalubre pela empresa e que sanções foram tomadas. O secretário salientou que a responsabilidade da prefeitura com a merenda escolar, é do transporte da merenda do deposito até as escolas, e que vem sendo feita por caminhão baú dentro das normas legais.

Segundo o secretário, a partir de agora todas as vezes que a empresa for descarregar a merenda no município, terá que ser acompanhada por algum vereador, vigilância sanitária e a nutricionista do município, e que já determinou que qualquer situação apresentada que possa trazer risco a saúde pública dos alunos, serão embargadas pela vigilância dentro da lei.

O vice-prefeito Marquinhos falou que entende a preocupação da comunidade e principalmente dos pais de alunos, e o que aconteceu foi um fato isolado e que já mais poderá se repetir. Segundo ele, a empresa além de ser notificada poderá sofrer sanções dentro da lei.

Marquinhos falou que a prefeitura trabalha dia e noite para dar transparência das suas ações, e sente muito por pessoas que utilizam esses erros humano para que possa de uma forma atacar a gestão. Segundo Marquinhos, a gestão não trabalha em fazer politicagem, mas sim tenta trabalhar com responsabilidade, mesmo assim, está sujeita ao erro, e quando acontece dever ser reparado com rapidez pensando no bem-estar da comunidade e no andamento das coisas pública.

Relatório Prefeitura:

No dia 12 de março de 2018. Recebemos os itens referentes ao pregão presencial, processo administrativo da empresa T.LEITE SILVA-ME, solicitado pela secretaria municipal de educação de Acrelândia. No momento da entrega verificamos que o veículo utilizado no transporte dos alimentos era improprio para o mesmo, o veiculo apresentava sujidades, fezes de animais bovinos e alimento molhado. O veículo não tinha proteção contra chuvas, dispondo apenas de lona, não conseguindo impedir que os alimentos chegassem a molhado.

Segundo a resolução RDC n° 216, de 15 de setembro de 2004, o transporte desses insumos deve ser realizado em condições adequadas de higiene e conservação, diante disse venho solicitar que a empresa vencedora para o fornecimento, que faça a adequação imediatamente.

Ficando na responsabilidade da empresa acima citada fazer a substituição dos perecíveis. Sabendo que não receberemos os insumos fora das condições estabelecidas, sujeita a penalidade.

Jose Donizete de Melo-secretário municipal de educação do município de Acrelândia.