Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Gladson diz que Major Rocha foi escolhido pela maioria e revela conversa com Coronel Ulysses

O pré-candidato ao governo do Estado do Acre, Gladson Cameli (PP), disse que Major Rocha (PSDB) foi uma escolha da ampla maioria dos partidos de oposição.
Ele repetiu por várias vezes durante o evento, nesta quinta-feira, 15, no Hotel Pinheiro, em Rio Branco, que marcou o lançamento da pré-candidatura do tucano como seu vice, que fez o que pôde para juntar toda a oposição em torno do projeto que ele encabeça, apesar do descontentamento do MDB e do DEM, partidos contrariados com a indicação do nome do Major Rocha.
Gladson elogiou o tucano. Lembrou que o trabalho e dedicação de Rocha o credenciam para compor a chapa majoritária da oposição.
“É o seu trabalho, dedicação e defesa pelo Estado. É uma escolha da maioria dos partidos. Todos o prazos e acordos foram cumpridos. Eu garanto para vocês que comigo e o Rocha a palavra perseguição vai deixar de existir no Acre a partir de 1º de janeiro de 2019.”
O progressista também falou sobre o Coronel Ulysses, que chegou a ser cotado para ser seu vice.
“Eu conversei com o Coronel Ulysses, mas essa foi a escolha da maioria. E eu quero mais uma vez aqui convidar o Coronel Ulysses para fazer parte do projeto que é tirar o PT do poder.”

“MDB é um partido inteligente, é um partido importante”

A ausência do MDB no evento da oposição foi sentida. Perguntado sobre o não comparecimento dos emedebistas , Gladson Cameli disse que é “natural que sempre haja descontentamento. O meu único propósito é a unidade. Dialogamos com todos os partidos. O prazo foi dado e venceu. O MDB é um partido inteligente, é um partido muito importante. O deputado federal Flaviano Melo sabe do meu respeito e do meu carinho que eu sempre demonstrei, e as portas estão abertas até porque o MDB está contemplado na disputa para o Senado”, afirmou.
O MDB deu uma clara demonstração de insatisfação com a escolha de Major Rocha. Nem Flaviano nem Jéssica Sales tampouco Márcio Bittar ou Vagner Sales compareceram ao evento comandado por Gladson Cameli. Alguns dos dirigentes emedebistas passaram a tarde na sede do partido, na avenida Antônio da Rocha Viana, reunidos.
Nos últimos dias, o MDB tentou mediar um flerte entre Ulysses e Gladson, mas Rocha foi a pedra no caminho do MDB e do Coronel.