Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Deputado Antônio Pedro denuncia diretora da Natex por coagir servidores a votarem em políticos da FPA

O deputado estadual Antônio Pedro (DEM) procurou a imprensa neste final de semana e apresentou um áudio da gerente administrativa da fábrica de preservativos Natex, Kelma Castro Oliveira, acompanhada da responsável técnica da empresa estatal, Maísa Farias, supostamente coagindo funcionários a votarem no deputado federal Sibá Machado (PT), no deputado estadual Manoel Moraes (PSB) e em Emylson Farias, pré-candidato a vice-governador do Acre.
Segundo Antônio Pedro, além de o governo petista manter os salários dos servidores constantemente atrasados, os políticos que integram a Frente Popular do Acre, coligação controlada com mãos de ferro pelo PT, estariam montando esquemas e ameaçando trabalhadores de demissão, caso o grupo político que controla o Estado há quase 20 anos seja derrotado nas urnas. “Eles estão loteando secretárias e empresas públicas para seus candidatos”.
Antônio Pedro destaca que “no áudio e possível perceber a gerente administrativa da fábrica de preservativos, a senhora Kelma Castro e a responsável técnica Maísa Farias, numa reunião a portas fechadas coagindo funcionários que estão há quatro messes sem receber seus salários a votarem em Emylson Farias, Siba Machado e Manoel Morais. Notem que elas exigem os votos em todas as esferas políticas dos mandatos que estarão em disputa”.
O deputado destaca que “Kelma Castro diz ainda em tom de ameaça que Sibá e o dono da cadeira da Funtac, que é a secretária do governo que administra a Natex. É possível notar também que o acordo costurados pelas gestoras inclui o apoio para Sibá Machado, Emylson Farias e Manoel Moraes, que é o deputado estadual citado várias vezes na conversa, como os donos da fábrica e que determinam quem entra e quem sai do empreendimento do governo e ministério da saúde”.
Fonte Ac24horas