Há mais Nova Clinica UNID-DENT na Vila Evo Morales fronteira com Plácido de Castro

Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

TV Acrelândia News

Publicidade

Três jovens são mortos a tiros e uma é ferida em festa no bairro Novo Horizonte, em Rio Branco

Três pessoas morreram e uma ficou ferida, na noite desta sexta-feira (2), após serem atingidas por tiros. Os crimes ocorreram na Rua Ademar de Barros, no Conjunto Novo Horizonte, bairro Floresta.
Luana Aragão, de 21 anos, Rafaella Santos, de 17, e Renan Barbosa, de 20, ainda chegaram a ser socorridos, mas não resistiram e morreram. A quarta vítima, Cleiciane Rodrigues, de 19 anos, está no hospital, de acordo com o delegado Cristiano Bastos, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
As vítimas estavam em uma festa quando um homem chegou armado e atirou. Foram disparados ao menos dez tiros, de acordo com testemunhas. O suspeito de ter atirado estava a pé e saiu andando normalmente pela rua após o crime.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou as vítimas ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), mas três vítimas não resistiram e morreram. As Polícias Militar e Civil foram até o local para tentar capturar o suspeito e colher informações.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) para serem periciados e depois liberados para a família.
Uma das vítimas, Luana Aragão, já tinha sido atingida com sete facadas enquanto se divertia em um balneário da capital acreana, no dia 22 de maio de 2016. Na época, Luana chegou a falar ao G1 que ela e as suspeitas já tinham discutido antes.
"Estava com uns amigos, minha irmã e minha namorada e, no início da noite, essas duas meninas chegaram e fizeram questão de ficar do nosso lado. Elas ficaram olhando, mexendo com a gente. Depois, desceram e eu resolvi ir até lá com duas amigas para pedir que parassem de perturbar. Quando cheguei, uma delas já deu as facadas nas minhas costas", disse Luana na época.