Há mais Nova Clinica UNID-DENT na Vila Evo Morales fronteira com Plácido de Castro

Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

TV Acrelândia News

Publicidade

Pastora tem carros incendiados durante a madrugada e é orientada a abafar o caso

A pastora e pensionista Maria Brandão, 62 anos, teve o início da semana de terror. Por volta das 3 horas da madrugada de hoje (19), ela e o marido, Edson Vieira, foram acordados com a explosão de dois veículos de propriedade do casal que estavam estacionados próximo da casa. “Por muito pouco não perdemos tudo, já que um dos carros estava bem próximo da nossa casa”, disse Maria ao ac24horas.
Sem citar nomes, ela disse que foi orientada a abafar o caso. Até o meio dia de hoje, com medo, Maria sequer procurou a Delegacia de Polícia Civil para prestar queixa e pedir a investigação do suposto crime. “A gente tem medo, né? não sabemos quem fez essa tragédia e nem o que pode acontecer se descobrirem os autores”, disse a evangélica.
O Chácara de Maria Brandão fica localizada no ramal do Moreira, na Travessa Aparecida, próximo da curva do Itucumã, na estrada AC 40 – principal acesso ao município de Senador Guiomard – em Rio Branco. O marido Edson Vieira que é mateiro, segundo a pastora, não tem nenhuma ligação com facções.
“Nós somos evangélicos, sou pastora substituta da Assembleia de Deus Nova Aliança, eu e meu marido vivemos para Cristo, não temos a menor noção de quem fez uma maldade dessas com a gente”, desabafou a anciã.
Os carros de propriedade do casal eram dois Gols, um de 2007 e o outro de 2013. Ela acrescentou que a tragédia só não foi maior porque antes do Corpo de Bombeiros chegar ao local, eles [marido e esposa] conseguiram apagar o fogo de um dos carros que estava mais próximo da casa.
“Quando o Corpo de Bombeiros chegou eles apagaram as chamas do segundo veículo e fizeram o trabalho de resfriamento na casa, graça a Deus os prejuízos foram somente dos carros, estamos vivos”, disse Maria.
Com a ajuda de amigos, Maria Brandão e o esposo vão à Delegacia na tarde desta segunda-feira relatar o ocorrido e pedir uma investigação. Vizinhos e moradores da região estão revoltados com o sinistro criminoso. As vitimas pediram para não terem suas imagens divulgadas.