Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

PR de Antônia Lúcia reúne partidos de oposição e declara apoio a Gladson Cameli

A presidente do Partido da República (PR), a ex-deputada federal Antônia Lúcia reuniu os partidos de oposição na manhã desra sexta-feira (1) e declarou apoio a pré-candidatura de Gladson Cameli (PP). Cerca de 10 partidos participaram na reunião, inclusive, a executiva municipal do DEM de Tião Bocalom, que recentemente declarou apoio ao candidato alternativo, Coronel Ulysses (PATRIOTAS)
Segundo Antônia Lúcia, o objetivo do encontro é aparar as arestaa entre os líderes de oposição e tentar chegar ao comsenso de uma candidatura única pelo bloco de oposição. “Se a aposição quiser mudar o destino desse estado e promover o verdadeiro desenvolvimento, os partidos precisam marchar unidos para elaborar um projeto que contemple toda população do Acre”, destaca.
O presidente regional do PSDB, o deputado federal Major Rocha voltou a destacar que o momento. Para o líder tucano, a chapa do PT tenta se desvincular dos escândalos nacionais e locais para permanecer no poder. “Precisamos de união para combater essas pessoas que tentam se peroetuar no poder. O Acre não aguenta mais esse desgoverno do PT. Chegou a hora de unir para conquistar e libertar o povo desse regime de medo”, destaca.
Gladson questionou a segunda cabdidatura oposicionista. “Pra quê outra candidatura? Vou respeitar, já que temos que dar a oportunidade para população escolher. “Não estou preicupado com quem vou disputar a eleição. O que quero é calçar as sandálias da humildade, andar e gastar sola de sapato para conquistar cada voto”, enfatizou.
Gladson disse ainda que nunca tentou comprar ou prometeu vantagens para obter apoio de filiados do DEM.”Imagine se esse grupo que está aí permanecer no poder. Eu não penso em mim, mas penso na população do estado. Não vou prometer que vou transformar o Acre numa Suíça, mas vou trabalhar dentro do que é possível para nosso povo. Se eu for candidato de todos, tenho certeza que vou ser governador do Acre. Não vou jamais trair quem quer me ajudar”, ressalta.
Por ac24horas