Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Plácido de Castro tem pedido atendido e já conta com casa lotérica

O município de Plácido de Castro vinha sofrendo por um problema que estava atingindo toda a população, que era a falta de um correspondente da Caixa Econômica federal (CEF), já que para ter acesso a esse serviço era necessário se dirigir aos municípios mais próximos, como Acrelândia, Senador Guiomard, até mesmo a Rio Branco.
Além de se deslocar era necessário enfrentar filas e mais filas, chegando a terem vários problemas de saúde, já que a demora de atendimento era constante causando mal-estar de quem estava na fila.
Vendo esse problema de perto, o senhor Rufino, morador da cidade, resolveu emplacar uma luta para acabar com esse sofrimento, fez um abaixo-assinado com cerca de 2.400 assinaturas endereçado ao superintendente da Caixa em Rio Branco, Marcio Fiod Martins, no qual pedia que a rede bancária instalasse um correspondente no município, já que a única casa lotérica da cidade estava fechada.
Depois de muito peregrinar por diversas vezes para saber de alguma resposta, Rufino afirma que sua luta não foi em vão, hoje o município de Plácido de Castro, com o apoio do superintendente Márcio Fiod Martins, dispõe agora de um correspondente da CEF, além da uma casa lotérica.
Com isso, o atendimento deve regularizar para as várias famílias que sobrevivem com o dinheiro do Bolsa Família, além de aposentados que dependem de seus vencimentos para se sustentarem, e que agora não precisam mais se deslocar para outras cidades vizinhas, correndo o risco de sofrerem algum mal súbito devido as grandes filas que enfrentavam.