Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Câncer de próstata pode levar a morte; entenda melhor os sintomas e a importância do diagnóstico precoce

No Acre, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens e de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), somente este ano 21 homens morreram devido ao problema.
Este número é 62% maior que o registrado em 2016, quando houveram 13 mortes pelo mesmo motivo. Um dos grandes tabus do mundo masculino atual é o exame clínico popularmente apelidado de “toque”, porém esta ainda é a maneira mais eficaz de diagnosticar a doença precocemente aumentando assim as chances de cura.
Os exames para o diagnóstico precoce do câncer de próstata devem ser realizados anualmente e incluem dosagem do PSA e toque retal. Para a maioria dos homens, recomenda-se que esses exames comecem a ser feitos aos 50 anos, e que sejam repetidos anualmente. Para os indivíduos negros e para aqueles com parentes de primeiro grau com história de câncer de próstata (pai e irmãos), os exames estão indicados a partir 40 anos de idade.
Por vergonha ou receio social de como o exame ainda é visto pelos mais retrógrados hoje em dia, uma boa parcela dos homens da sociedade atual acaba adiando ou até mesmo negligenciando o exame.
Nesse momento, o homem precisa deixar de lado os comentários dos amigos do bar, as piadinhas maldosas e o mitos em torno do exame. É hora de dar importância a vida, a boa manutenção da saúde e aos cuidados necessários com o corpo. O câncer de próstata pode matar e atua de maneira silenciosa. Ele é responsável pela morte de 10% da população masculina diagnosticada com algum tipo de câncer.
Entenda alguns sintomas
Graças aos exames preventivos e à maior consciência da população, boa parte dos diagnósticos é feita antes que o tumor provoque sintomas. No entanto, nos casos mais avançados podem surgir:
Sintomas urinários obstrutivos e irritativos
– Embora possam estar presentes no câncer de próstata, são também muito comuns no aumento benigno da próstata.
Sintomas causados pela invasão de estruturas vizinhas
– Dores pélvicas, dor ou sangramento retal e inchaço das pernas são consequências do comprometimento dos linfonodos da região.
Sintomas da doença metastática
– Perda de peso e apetite, anemia, cansaço e dores ósseas decorrentes de metástases ósseas são os mais comuns. Também podem surgir, apesar de incomumente:
– Pele amarelada;
– Náuseas e vômitos;
– Manifestações indicativas de metástases hepáticas (em casos mais raros);
– Falta de ar e tosse, como consequência de disseminação pulmonar ou pleural (em casos mais raros).
Tem cura
Se você acredita estar dentro da faixa de risco de desenvolvimento do câncer de próstata, ou já passou dos 50 anos e nunca realizou os exames, faça uma avaliação com seu Urologista. Acima de tudo, mantenha a tranquilidade, uma vez diagnosticado, o câncer de próstata localizado é uma doença que apresentam ótimos índices de tratamentos efetivos e cura.