Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Tião Viana celebra força agrícola de Acrelândia e Plácido de Castro; R$ 3 milhões investidos

Arison Jardim 
Com R$ 137 milhões sendo aplicados na agricultura familiar do Acre, o governador Tião Viana segue entregando os Planos Agrícolas aos municípios. O documento organiza as cadeias produtivas em cada localidade. Nesta sexta-feira, 13, foi a vez de Acrelândia e Plácido de Castro.
“O Acre só tem uma saída: plantar, criar e industrializar”, afirmou o governador, incentivando os produtores presentes a acreditarem cada vez mais em si, pois são peça fundamental para o desenvolvimento do estado. “É preciso olhar dia e noite o mercado, acreditar que nós podemos seguir. Cabe tudo no Acre.”
O Plano Agrícola prevê um investimento de 1,8 milhões em Acrelândia e R$ 1,2 milhões para Plácido de Castro. As atividades são organizadas pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof).
As ações, que já estão sendo executadas, são das cadeias produtivas da borracha, fruticultura, horticultura, bacia leiteira e do mel, abrangendo ainda os investimentos destinados ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), ao Plano de Desenvolvimento Comunitário (PDC), ações de mecanização agrícola e implantação de unidades de referência produtiva.

Na prática

Tião Viana parabenizou o produtor João pela ousadia e coragem (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
No caminho entre as duas cidades, o governador conheceu de perto como o produtor incentivado pode gerar bons frutos. João Neri apresentou cerca de 30 hectares, nos quais está cultivando em consórcio 20 mil pés de açaí, banana, mamão e melancia. Tudo irrigado.
“Hoje o açaí é procurado pelo mundo todo. Acredito que vai ser bastante lucrativo. Quero também abrir o incentivo para outros produtores, assim todos crescemos”, declarou Neri, nascido em Tarauacá. Ele afirma que já tem 200 caixas de banana prontas para seguirem para o mercado.
“Fico muito orgulhoso de ver um trabalhador. Nós vencemos é pelo trabalho”, disse Tião Viana, lembrando que, quando a produção de Neri estiver plenamente funcionando, pode gerar R$ 300 mil de renda mensal.

O que disseram

“O governo do Estado dá continuidade aos lançamentos dos Planos Agrícolas, um meio de organizarmos os investimentos feitos nas diversas cadeias produtivas. Trabalhamos junto às comunidades, para realizar as atividades com que mais se identificam” – João Thaumaturgo Neto, titular da Seaprof
“O governador Tião Viana vem fazendo investimento na nossa produção não é de hoje, é desde o ínicio de seu mandato. Nossos agricultores querem realmente produzir, e aqui em Acrelândia temos o café a banana como carros chefe” – Ederaldo Caetano, prefeito de Acrelândia
“Agradeço aqui ao governador, pois esses investimentos oportunizam a geração de renda em nosso munícipio. Vai sair da agricultura, para movimentar o comércio, por exemplo. A prefeitura está de portas abertas para parcerias com o Estado” – Gedeon Barros, prefeito de Plácido de Castro
“O Brasil vive uma de suas maiores crises, mas aqui no Acre sobrevivemos a tudo isso porque se pensa na produção, trabalha-se a agricultura familiar. Esses investimentos, que o governador conquistou para o Acre, gera renda, gera melhoria na qualidade de vida. Vemos aqui a alegria dos produtores” – César Messias, deputado federal
“Em seu sétimo ano de governo, Tião Viana continua investindo. Só para Acrelândia e Plácido de Castro, são quase R$ 3 milhões. Isso vai gerar renda para os produtores e para o município” – Lourival Marques, deputado estadual
“Trago a mensagem para os produtores, que em conversa com as empresas que beneficiam o café aqui no Acre, fui informado que elas precisam de uma produção de mil hectares só aqui no estado. Então, o mercado está aberto e vamos aproveitar o incentivo para produzir” – Sibá Machado, secretário da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens)