Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Polícia Civil prende perigoso homicida acusado de estupro e quatro mortes em Rio Branco

A Polícia Civil apresentou na manhã desta segunda-feira (16) a prisão de Getúlio Souza Pinheiro Junior, de 30 anos, mais conhecido pela alcunha de “Sucuri”, homem condenado pelo crime se estupro e suspeito de vários crimes ocorridos na capital, entre eles quatro homicídios, roubo e tráfico de drogas.



Getúlio foi preso na manhã do último domingo (15), na Rua A do bairro João Eduardo. Na residência foram encontrados produto entorpecente, munições, uma motocicleta com restrição de roubo e duas pistolas de uso restrito uma delas que seria do Polícia Federal, vítima de assalto na semana passada no bairro Bosque. O veículo da vítima foi encontrado completamente incendiado no Quixadá, região do São Francisco.
Além de responder pelo crime de estupro, a qual foi condenado por abusar de uma adolescente de 12 anos, crime ocorrido no bairro Habitar Brasil no ano passado, Getúlio será indiciado pelos crimes de homicídio por participar da morte de Jhone da Silva Lopes, Joy Stefano Costa e Noêmia Valente Teixeira. Todos assassinados em 13 de setembro em uma residência localizado no bairro Dom Giocondo.
Outro crime a qual Sucuri é suspeito de participar é o do mecânico assassinado na Estrada do Calafate na última quarta-feira (11), Luiz Antônio Pereira, de 44 anos. A vítima foi atingida com seis tiros dentro de veículo na frente do filho adolescente.
Diversos produtos roubados, armas e drogas foram encontradas com o suspeito/Foto: reprodução
Como a arma do policial federal, vítima de assalto, foi encontrada na casa do suspeito, a polícia também já o inclui na investigação e deve responder também por este crime. O policial foi abordado por dois homens armados que o obrigou a dirigir para eles até ser liberado no bairro Bosque. Na madrugada do dia seguinte o carro foi encontrado incendiado.