Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Diretor Samuel Bento Diz que escola Novo Horizonte Nunca teve aluno com deficiência visual.

Depois da divulgação de um inquérito promovido pelo Ministério público de Acrelândia e divulgado exclusivamente pelo site G1 posteriormente divulgado no site Acrelândia News, sobre um inquérito para investigar  a ausência de profissional capacitado na escola Novo Horizonte e na escola do estado Pedro de Castro, em Acrelândia, para atender uma criança com deficiência visual vai ser investigada pelo Ministério Público do Acre (MP-AC).

O órgão instaurou um inquérito civil público, assinado pelo promotor de Justiça Teotônio Rodrigues Soares Júnior e publicado nesta quarta-feira (11), para averiguar as causas pela não oferta do serviço.

O diretor Da escola Novo Horizonte Samuel Bento Dos Reis afirmou que a escola nunca teve em seu quadro de alunos deficiente visual. Segundo o diretor está ocorrendo talvez seja um equívoco de informação por parte do MP ou da imprensa.

O diretor salientou que o ano passado a escola Rita Bocalom tinha um aluno com está deficiência e hoje não tem mais, o aluno hoje estuda na escola estadual Pedro de Castro Meireles.