Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Bandido faz menina de 14 anos como escudo e acaba morto em confronto com a polícia

Cassiano de Azevedo, conhecido como Caboco e Mutante, foi morto após um confronto com a Polícia Militar na noite deste domingo (29), próximo à maternidade de Cruzeiro do Sul. Antes de morrer, Azevedo teria feito uma adolescente de 14 anos de escudo para não ser atingido. Ele era um dos que fugiu do Presídio Manoel Neri, no dia 22 de julho.
Azevedo estava em um carro que foi abordado pela PM no bairro do Saboeiro e resultou na prisão de três suspeitos. Ele chegou a fugir do local e fez a garota de 14 anos de refém até a chegada dos policiais.
O comandante da Polícia Militar no município, major Lázaro Moura, disse que a adolescente conseguiu fugir após a chegada dos policiais no local. “Ele se distraiu por um momento e a garota conseguiu fugir, momento esse em que ele começou a disparar contra a guarnição e foi atingido com um disparo”, informou.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, mas Azevedo já tinha morrido. Na ação, os disparos atingiram a viatura da PM e nenhum policial ficou ferido.
Mutante como era conhecido dentro de uma organização criminosa e procurado desde a fuga em julho. O delegado designado ao Combate ao Crime Organizado, Elton Futigami ,disse que ele era o fugitivo mais perigoso.
“Um indivíduo extremamente perigoso, frio e temido tanto dentro da facção como na sociedade. São inúmeros os crimes cometidos por ele”, conta.
Mutante era o responsável pelo assalto à casa do prefeito, um crime no qual a vítima foi abusada, um homicídio no qual o preso do semiaberto estava com uma criança no colo, mais de seis assaltos a mão armada e uma tentativa de homicídio contra uma família no bairro Cruzeirão. Ele também ainda seria o autor do vídeo em que agentes penitenciários são ameaçados. So temos que dar parabéns à Polícia Militar pela ação correta, tanto as prisões e apreensões ocorridas”, finalizou Futigame.