Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Tribunal de Contas do Estado do Acre completa 30 anos de instalação em solenidade

João Renato Jácome

Instituido em 18 de setembro de 1987, o Tribunal de Contas do Acre (TCE/AC) está completando 30 anos de instalação. Em alusão à data, nesta sexta-feira, dia 15, a Corte acreana homenageou uma série de personalidades públicas que, desde a respectiva fundação, colaboraram para a manutenção dos trabalhos da instituição que fiscaliza a administração pública acreana.



Entre os homenageados estão todos os 24 ex-deputados estaduais que votaram e aprovaram a criação do TCE/AC, ainda em 1987, durante o governo de Flaviano Melo, justamente quem sancionou a lei de criação e fortaleceu a importância do órgão. Foram mais de 30 homenageados com a Medalha de Contas, símbolo da Corte.
Ao destacar os trabalhos que tem realizado à frente do TCE acreano, o presidente da Corte, Valmir Ribeiro, que integra o quadro de conselheiros desde a função, diz ser necessário pensar no agora, visto que o futuro vai depender muito mais da forma com a qual o Tribunal é tratado nos dias atuais. O presidente disse ser importante homenagear quem ajudou o órgão a chegar ao patamar em que se mantém hoje.
“Eu quero dizer que estou muito feliz por ter chegado aos trinta anos dentro deste Tribunal de Contas. Essa é um órgão agregador e hoje, nessa solenidade, tivemos todas as instituições, tanto do município, como do Estado e da União. O importante é termos esse congraçamento junto a essas pessoas e às autoridades. Estamos cumprindo o nosso papel, e desejo uma eternidade toda de aplausos porque a sociedade merece”, destacou Valmir Ribeiro.
Quem também comentou os 30 anos e a história do Tribunal de Contas foi o presidente da Assembléia Legislativa do Acre (Aleac), deputado estadual Ney Amorim. Para o chefe do Poder Legislativo estadual, o TCE/AC é importante não apenas para aquele poder, mas também para os municípios. “Essa casa é de suma importância para a nossa sociedade, não apenas para o Legislativo, mas também para o Executivo e o Judiciário. Para o Estado, e para os nossos municípios”, comentou.
Já o governador Sebastião Viana, que também participou do encontro, falou da honraria direcionada ao pai dele, o ex-deputado Wildy Viana, que morreu no início desse ano. Além disso, destacou a importância do Tribunal de Contas acreano para a plena execução da administração pública. “Uma linda homenagem aos parlamentares que edificaram a vida institucional do Acre nos últimos trinta anos, entre eles o meu pai, que para mim é o maior símbolo de humildade, de trabalho e de honra”, falou.