Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Juíza Kamylla Acioli suspende audiência dos PMs e retomará na próxima segunda-feira.

Durante o dia desta terça-feira 05/09, ocorreu a audiência de instrução e julgamento dos cincos policiais acusados na morte do jovem Edimilson Simão da Rocha ocorrido no mês de junho deste ano.

Serão 38 testemunhas tanto de acusação como de defesa que serão ouvidas pela magistrada, na audiência foram ouvidas 19 testemunhas. Por conta do horário a magistrada resolveu suspender a audiência para retomar na próxima segunda-feira.
Durante todo o dia o fórum da cidade ficou bastante movimentado por familiares e amigos tanto da vítima como dos acusados, a segurança foi reforçada para proteger a integridade física de todos e para o bom andamento da audiência.

Quatro policias militares e um policial civil estão sendo acusados pelo ministério público de terem espancado o jovem Edimilson Simão da Rocha em uma prisão realiza pelos mesmos ocasionando a morte do jovem, segundo a denúncia. Os quatros militares estão presos no batalhão da polícia ambiental já o policial civil está em liberdade

Colegas de fardas afirmam que os policias são inocentes e que as provas irão provar a inocência dos policiais.  A família da vítima não quis falar sobre o caso para nossa reportagem.

O promotor Teotônio Rodrigues representante do ministério público no município é quem representa a denúncia contra os policiais.

A juíza de Direito Kamylla Acioli, afirmou a nossa reportagem que neste primeiro momento tudo ocorreu dentro da tranquilidade e que resolveu suspender a instrução de julgamento para retomar na próxima segunda-feira por conta do horário, já que adentraria pela madrugada e por conta do feriado.

Na próxima segunda-feira o fórum da cidade não haverá atendimento ao público, já que a audiência de instrução e julgamento se estenderá até a noite.