Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Homem é condenado a 16 anos de prisão por esfaquear e causar aborto em ex na cidade de Plácido de Castro

Por G1 AC, Rio Branco
Um homem foi condenado a mais de 16 anos de prisão por tentar matar e causar o aborto da ex-mulher em Plácido de Castro, cidade distante 95 km da capital Rio Branco. O caso foi divulgado pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) na quarta-feira (6).
A denúncia do Ministério Público (MP-AC), segundo o TJ-AC, diz que o homem cometeu o crime após a ex se recusar a reatar o relacionamento. Após dar socos na mulher, desferiu golpes de faca e ainda três marteladas na cabeça dela. Ele deve cumprir a pena em regime fechado e pagar R$ 5 mil de reparação de danos.

A sentença é assinada pela juíza Louise Kristina, que considerou que o crime possui três qualificadoras: motivo fútil, emprego de meio cruel e feminicídio. Além de entender que o aborto se deu por causa da agressão. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.
O homem, de acordo com o TJ-AC, é reincidente, tendo nas costas condenações de lesão corporal contra um irmão e contra a própria ex-esposa. O tribunal informou ainda que a vítima sofreu lesões permanentes e trauma psicológico. Não foi concedido ao homem o direito de recorrer em liberdade.