Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Ex-tesoureiro do conselho do Huerb está sendo procurado pelo TCE: R$ 5,14 mi em gastos sem finalidade



Por
Qual o motivo da reforma do Hospital de Urgência e Emergências de Rio Branco (Huerb) já demorar tantos anos? Ainda não se sabe, como também não se sabe o paradeiro de Reginaldo da Silva Dantas, responsável por realizar pagamentos milionários da ordem de R$ 5,14 milhões sem destinação pública com os recursos do Conselho Gestor do Huerb na gestão do governador Binho Marques (PT).
A denúncia é do deputado federal Major Rocha (PSDB) a partir de informações obtidas junto ao Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) e relativas ao Processo nº: 15.589.2011-00. “Como pode alguém sumir assim? Enquanto o cidadão está desaparecido, a investigação está paralisada”, questionou.

Segundo informações da Corte de Contas, Reginaldo da Silva Dantas, tesoureiro do Conselho do Huerb à época dos gastos, tem de responder o porquê foram identificados R$ 5,14 milhões em gastos sem a comprovação destes terem sido dentro das finalidades da aplicação dos recursos públicos.
As informações do TCE dão conta de terem sido esgotadas todas as tentativas de localizar e intimar Reginaldo para este se manifestar sobre as informações constantes no processo. Por conta disso, foi feita a citação por edital no Diário Oficial do Estado do Acre (DOE), edição do dia 19 de setembro. Caso a defesa não seja apresentada em 15 dias, o investigado será considerado revel.
No mesmo processo estão envolvidos ainda Flora Valadares, Raimundo Nonato Muniz, além de Oswaldo Leal, secretário de saúde, e Sérgio Roberto, subsecretário Secretário Adjunto de Gestão em Saúde à época dos fatos.