Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

“Nomeação de 29 apadrinhados daria para contratar 62 policiais militares no Acre”, diz Nelson

O deputado Nelson Sales (PV) denunciou na manhã desta terça-feira (15), que as últimas 29 nomeações realizadas pelo governador Sebastião Viana (PT) daria para contratar 62 policiais com salário inicial de R$ 3,3 mil. “Estamos sendo redundantes quando falamos dos problemas de segurança e saúde, enquanto o que importa para o governo do Acre é nomear cargos comissionados”, diz Sales.
Segundo o parlamentar, enquanto os pacientes de nefrologia fazem apelos e denunciam a falta de medicamentos e a população denuncia a falta de segurança, “o governo fecha os olhos e finge que não vê os problemas, mas no diário oficial saiu 29 novas nomeações que dariam para pagar 62 policiais com salario inicial de 3,3 mil. Agora perguntem: quantos especialistas foram contratados?”
Apenas um especialista teria sido contratado entre as 29 nomeações, afirma Sales, “os demais foram apadrinhados políticos, parente de deputados. O valor dessas nomeações daria para atender 10 municípios do tamanho de Sena Madureira com TFD todo mês. Enquanto isso, ele não convoca os aprovados na saúde. Demite no pró-saúde e contrata apadrinhados”, ressalta.
O parlamentar destaca que apesar de o governador conhecer a área de saúde como ninguém, já que presou serviços nos hospitais públicos do Acre, apresentando denúncias antes de assumir o cargo de chefe do executivo, os avanços não foram suficientes em suas duas administrações. “Não adianta avançar em transplantes quando não cuida do básico”, finaliza Sales.
Por ac24horas