Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Desembargadora manda PM reintegrar sargento que matou colega de farda dentro do quartel

A desembargadora Eva Evangelista concedeu um mandado de segurança que obriga a reintegração do sargento José Adelmo dos Santos, 50 anos, ao quadro da Polícia Militar do Acre (PMAC). Adelmo, confessou em juízo ter matado com um tiro nas costas, o colega de farda Paulo Andrade. O crime que repercussão nacional aconteceu na noite do dia 24 de novembro de 2016 na recepção do prédio do Comando Geral da PM, em Rio Branco.
O homicida, que seria dependente químico, foi julgado e condenado há 3 anos de internação em uma clínica psiquiátrica. Uma discussão devido o atraso do sargento teria motivado o assassinato. A liminar de reintegração possui efeitos provisórios até que haja o julgamento do mérito da ação movida por Adelmo. A PMAC, já revogou provisoriamente a expulsão do militar.
O comandante da PM, coronel Julio Cesar ainda não se pronunciou sobre o caso e a assessoria da da instituição não informou se Adelmo ocupará as mesmas funções que desempenhava dentro da corporação antes do crime.
Folhadoacre