Geral

[Geral][bleft]

Promoção

Promoção
,

Política

[Política][bsummary]

Processo seletivo UNIP-Acrelândia

Processo seletivo UNIP-Acrelândia
,

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Um possível erro de um policial militar não pode apagar o trabalho realizado pela policia em Acrelândia.

Depois da prisão de três policias militares na cidade de Acrelândia na manhã da ultima terça-feira, suspeito de ter espancando um jovem em uma prisão realizada pela guarnição da PM culminando possivelmente na morte do jovem dias depois.

depois dos fatos a corporação da policia militar em Acrelândia foi bombardada de criticas na internet por internautas, muitas dessas criticas fazem a  generalização da corporação ao um possível crime praticado  de tortura por parte dos três militares.

A situação que ocorrerá deve ser vista como um caso isolado entre os três militares que agora estão sob custodia do estado.

O batalhão da policia militar de Acrelândia sempre realizou um bom trabalho no combate da criminalidade no município, e talvez um fato isolado não podem apagar o trabalho prestado pela  corporação e do bom policial na cidade.

Nesta situação os policias envolvido estão presos preventivamente e terão que provar na justiça se teve culpa ou não na morte do jovem, claro que a prisão dos militares não irá trazer a vida do jovem de volta, mas se comprovado pela justiça suas participações nós crimes em pultado dará a sensação de justiça e uma resposta não só para a família mas pára a sociedade, deixando claro que a farda não é sinônimo de justiceiro.


A lei devem ser cumprida e aplicada para todos, independentemente de sua raça, credo ou seus status perante a sociedade.

Os policias que estão sendo acusados neste crime e se comprovado  e condenados, poderão pegar até 30 anos de cadeia, além de ser expulsos da corporação militar.

A corregedoria da policia militar do estado do Acre informou ao site G1, está acompanhado o caso de perto.

Neste sentido temos a refutar que um crime nunca justifica o outro, seja dos policias suspeito, ou dos internautas quando se faz a generalização sobre o caso, cometendo crimes de injuria e calunia contra a instituição e policias que não tem nada haver com a situação. cada um responte pelos seus atos praticados.

Minha opinião-Adriano Mendes