Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Preso em Tarauacá, homem confessa que matou agricultor a pauladas por ter sido xingado após pedido de “dose de cachaça”

Francisco Jânio Freire da Silva, 24 anos, que teria assassinado o agricultor José Fernandes Félix, morador da BR 364, comunidade do Rio Acuráua, foi preso neste domingo na comunidade Maracanã. O crime aconteceu na madrugada da última sexta feira (30), quando o assassino usou pedaço de madeira (estaca) e desferiu golpes na cabeça da vitima até a morte. A vítima foi encontrada morta no quintal de uma residência localizada na rua Maria Monte, nas proximidades do Hotel KR.
“Nosso pessoal iniciou o trabalho de investigação desde que ficamos sabendo do caso. Independente de quem foi a vítima nós estamos aqui pra servir a todos. Hoje logramos êxitos graça aos nossos bravos policiais militares”, disse um membro da PM.
O acusado mora na casa de sua irmã localizada nas proximidades do local do crime. De acordo com a polícia ele mudou de lugar várias vezes para despistar os homens da lei.
Ao ser preso, Francisco Jânio, que saiu do presídio há cerca de 20 dias, cumpria pena por homicídio, confessou o crime. Em 2016, assassinou um homem no Seringal Vitória Velha, Rio Murú. O acusado disse ainda que não tinha intenção de matar José Fernandes.
“Eu vinha rua e tava bebendo e ainda tava drogado. Aí ele aquele senhor me pediu uma dose e eu disse que não tinha e ele me chamou de FP. Aí peguei o pau e bati nele” disse o assassino.Informações do Portal Tarauacá