Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Estado e municípios discutem estratégias de combate à malária

Até a próxima sexta-feira, 21, representantes da Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) estarão em Cruzeiro do Sul se reunindo com as equipes de saúde da regionais do Juruá e Tarauacá/Envira para tratar do controle e combate à malária na região. Também participam do encontro apoiadores do Ministério da Saúde (MS) e pesquisadores da universidade de Harvard, nos Estados Unidos.
Essa é a primeira reunião após a descentralização do combate à doença, ocorrida em junho deste ano, passando para o município a responsabilidade das ações. Até então o Estado garantia a execução das ações na região.
“Nesse primeiro momento, estamos em reunião com as equipes responsáveis dos sete municípios  que estão apresentando sua situação epidemiológica, o que auxiliará no planejamento de ações de combate e controle da malária”, disse a gerente do departamento de vigilância ambiental e endemias da Sesacre.
Ainda segundo Marília, a integração intermunicipal se fortaleceu após a descentralização. “A articulação entre os municípios cresceu e isso tem fortalecidos a regional”, assegurou.
Mesmo com a descentralização, o governo do Estado continua com a missão de assessorar o município de Cruzeiro do Sul e contribuir para a diminuição dos índices de malária na regional do Juruá.
Em junho, o município recebeu dez camionetes, 16 motocicletas, microscópios, pulverizadores, computador e equipamentos de escritório entre outros. O governo também garantiu a permanência de 62 agentes de saúde até julho deste ano e 55 microcopistas até dezembro de 2018 e o custeio de combustível para o trabalho de combate á doença.
 Álefe Souza