Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Processo seletivo UNIP-Acrelândia

Processo seletivo UNIP-Acrelândia
,

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Delegado do Bujari, Pedro Resende é agredido com soco no rosto e chamado de “delegadinho” ao atender flagrante de furto de energia

O delegado Pedro Resende, do Bujari, foi agredido com um soco no rosto ao atender uma ocorrência de ligação clandestina de energia elétrica, nesta quarta-feira,26, numa construção residencial no município. O acusado de agressão é o professor Breu, ex-vereador do município.
A princípio, o delegado atenderia uma denúncia de ameaça do ex-vereador a uma outra pessoa da cidade e quando chegou ao local para tentar resolver o caso amigavelmente foi informado por populares sobre uma ligação clandestina de energia na obra residencial de responsabilidade do professor. Ao receber voz de prisão do delegado, por causa do furto de energia, Breu deu um soco no rosto do delegado e afirmou que não iria ser preso por “delegadinho nenhum”.
O delegado Pedro Resende afirmou que como se tratava de um flagrante não havia necessidade de mandado de prisão.
“Como era furto e era flagrante eu não poderia deixar de agir. Eu disse a ele que ele tava preso por furto de energia ele deu um soco e disse que não era delegadinho nenhum que ia prender ele, não”.
Durante a agressão, o professor Breu precisou ser contido por agentes da Polícia Civil que acompanhavam Pedro Resende e foi conduzido à delegacia para ser interrogado pelo delegado adjunto Rafael Pimentel. Para ser liberado, o ex-vereador terá que pagar fiança.