Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

O erro da gestão manhã cairá sobre as costas dos vereadores na votação do remanejamento

Quando Retratamos neste site sobre a liberação orçamentária, requerida pelo Prefeito Ederaldo Caetano foi tido como falta de interesse dos fiscais do povo por alguns vereadores.

Na primeira votação os vereadores; Tiririca-PSD, Roseno-Psd, Sionayton e A Rosa-PROS votaram em liberar só 5% já que com esta liberação o prefeito passaria a ter 10% para gastar sem passar pela câmara, os demais votaram 20%.

Nesta votação o vereador Tião Benício não compareceu tornando-se o campeão de faltas no legislativo de Acrelândia.

Bem o fator principal aqui e os gastos da gestão Municipal, deveria ter o acompanhamento dos vereadores e Não do MP .

Hoje agente se depara com uma situação que para alguns moradores leigos no assunto, os gastos públicos não sabem que a liberação desordenada de Hoje, poderá ser o problema fiscal e condenação do Prefeito na justiça Amanhã!

Segundo alguns Vereadores de Acrelândia, não liberar oque o prefeito pediu é assumir o papel dito nos palanques que seriam fiscais e cuidariam das contas públicas para o bem do Município de Acrelândia.

Liberação de verbas assim sem saber de onde vai sair e nem como será gastado é transferir o papel do legislativo para o MP e depois ser chamados de incompetentes no parlamento Mirim.

O dinheiro público tem que ser gasto com Transparência para o legislativo e para o Povo.

Não a pode ser como disse o MP, mostrar Notas de empenho todos mostram; a questão é saber onde foi Gasto e porque se gastou!

O prefeito pode ser responsável por coisas que às vezes nem sabe oque está acontecendo, o chamado popular de bolas nas Costas.

Nesta Última votação sobre a liberação orçamentária para Gastos sem a fiscalização do legislativo. O Prefeito teve a vantagem de 6 votos, ficando a matéria para uma segunda votação na semana vindoura. 

O presidente da Câmara afirmou. “Não colocarei este peso sobre o prefeito, porque não Faço oposição incoerente e não quero o mau para o prefeito”.

Na noite desta segunda-feira (26), a camará aprovou 15% para o remanejamento dos recursos públicos. O presidente Tiririca-PSD, manteve sua palavra e votou contra, o vereador Sionayton por motivos pessoal não compareceu a sessão, os demais vereadores a proveram.

Fica Aqui Uma pergunta aos Leitores; Vereadores não foram eleitos para fiscalizar??. Porque o MP está fazendo este dever de fiscalizar os gastos com combustível do Município se é papel do legislativo?

Olha não temos 120 dias de gestão e já começa às primeiras suspeitas de mau uso da verba pública em Acrelândia.

Na noite de desta segunda-feira, a votação final do pedido de remanejamento do orçamento, os vereadores deram uma margem tão grande para a prefeitura  ser sequer  disponha de equipes controladora interna para acompanhar estes gastos.

Lembra-se de uma coisa; o erro da gestão municipal cairá sobre as cosas do parlamento mirim, que constatará se serão omisso ou não com suas obrigações.

Por Adriano Mendes-Acrelândia News