Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Parceiros reúnem-se na FIEAC para falar sobre a Tríplice Hélice

A sede da Federação das Indústrias do Estado do Acre foi o local escolhido por representantes da universidade, empresas e Governo do Acre para tratar os detalhes do seminário “Lançamento do Novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação – Tríplice Hélice no Acre”, que será realizado na próxima sexta-feira, 19, na UFAC.
O evento será uma oportunidade de discutir a nova legislação brasileira de ciência, tecnologia e inovação (CT&I), elaborada em parceria com entidades representativas da universidade, da indústria e do governo e aprovada no Congresso Nacional. Também servirá de reflexão sobre o futuro da tríplice hélice no país.
Segundo o secretário de desenvolvimento da indústria, do comércio e dos serviços sustentáveis do Acre, Sibá Machado, com o cenário de crise que o país atravessa, o novo Código de Ciência e Tecnologia é uma oportunidade de trazer mais desenvolvimento. “O Brasil precisa avançar na área de pesquisa e atual legislação não permitia. A lei mais avançada que tínhamos era a Lei da Inovação, de 2004, e a Lei do Bem. Por isto, estamos feliz em ter, em nível nacional, o novo marco legal da inovação,como também, aproveitaremos o evento de sexta-feira para assinarmos a lei estadual de ciência e tecnologia”, comunicou.
No outro ponto da hélice, a universidade, também esteve presente na reunião e mostrou a importância da parceria. “Como desenvolver o Estado sem acabar com a floresta?”, questionou o reitor da UFAC, Minoru Kinpara, afirmando que isto só é possível por meio de investimentos nas áreas da ciência, inovação e tecnologia. “Precisamos direcionar nossas pesquisas e teses para o desenvolvimento do Acre”, afirmou o reitor.
A abordagem da Tríplice Hélice é baseada na perspectiva da Universidade como indutora das relações com as Empresas (setor produtivo de bens e serviços) e o Governo (setor regulador e fomentador da atividade econômica), visando à produção de novos conhecimentos, a inovação tecnológica e ao desenvolvimento econômico.
Para o presidente da FIEAC, José Adriano Ribeiro, este modelo unificará todos os setores do progresso. “Com esta implantação, o Acre só tem a ganhar, pois unificará o empenho e união do setor industrial, da universidade e do governo em prol do desenvolvimento. Temos muitos gargalos e é preciso focarmos nas potencialidades que temos para alinharmos uma nova forma de desenvolvimento para o Acre”, finalizou.
Para o seminário “Lançamento do Novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação – Tríplice Hélice no Acre”, confirmaram presenças o governador do estado, Tião Viana; o Prof. Dr. Mario Neto Borges, Presidente do CNPq e representante do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab; a Prof.ª Dra. Helena Nader, Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC; o Prof. Dr. Vahan Agopyan, Vice-Reitor no Exercício da Reitoria da Universidade de São Paulo – USP; o Prof. Dr. Sandro Roberto Valentini, Reitor da Universidade Estadual paulista – UNESP; o Marcelo Estevam, Pró-Reitor de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná; e Gustavo Balduíno, Secretário Executivo da Andifes.
São parceiros desta ação: Governo do Estado do Acre, FIEAC, SENAI, UFAC, Ifac, Uninorte, Sebrae, Embrapa, Sedens, Funtac, Secretaria de Ciência e Tecnologia e Fapac.
Da redação ac24horas