Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Adolescentes tentam agredir cachorro e depois voltam para matar o dono, em Cruzeiro do Sul

Francisco Aldo Miranda, de 17 anos, foi morto a tiros no quintal da casa de um vizinho, enquanto fazia atividades extraclasse. O crime ocorreu na quarta-feira, 3, no bairro Formoso, em Cruzeiro do Sul, onde morava a vítima e os supostos assassinos. Segundo a polícia, o homicídio foi motivado por uma discussão entre o adolescente e outros dois rapazes que dias antes tentaram agredir o cachorro do primeiro.
De acordo com a polícia, o estudante não tinha passagem pela polícia e tinha sido ameaçado após o desentendimento.
De acordo com Delegado Lindomar Ventura, Francisco Aldo teria defendido o cachorro das agressões dos acusados, que juraram vingança.
Dois menores foram identificados como os possíveis autores do crime. Mas como o a apreensão dos infratores não ocorreu no prazo estipulado para o flagrante, Ventura afirma que os procedimentos foram adotados a fim de que os suspeitos sejam entregues à Justiça como autores do homicídio.
Familiares da vítima que não quiseram gravar entrevista se dizem revoltados por saber que o crime, por mais bárbaro e covarde que tenha sido, não será punido com rigor graças aos atenuantes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente