Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

“Jéssica Sales pode ser a escolhida do PMDB para disputar o Senado em 2018”, analisa colunista

Uma coisa ninguém pode tirar do senador Sérgio Petecão (PSD), a coragem para o enfrentamento. O homem foi à audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa do Estado do Acre, sessão que parecia mais um congresso do PT. Claro, com suas exceções. No evento o senador disse que votaria a favor da PEC 241, por entender que é um remédio amargo mais necessário para arrumar os problemas deixado pelos governos de Lula e Dilma.
Somente um da oposição no debate da Aleac
O deputado Jairo Carvalho (PSD) também se fez presente na audiência pública. Ele e Petecão foram os únicos parlamentares de oposição a aparecer no evento. Receberam elogios de sindicalistas, funcionários públicos e até mesmo de parlamentares ligados ao PT, que pediram a audiência pública.
Puro marketing do governador
O governador Tião Viana (PT) é um articulador de mão cheia, isso ninguém pode negar. Faz ‘drama’ no pagamento do 13º salário e deve anunciar que pagará como um ‘presente de Natal’ aos acreanos. O marketing político Tião faz muito bem e passará essa situação para fazer do pagamento um grande feito administrativo de sua gestão que fracassou em quase todas as áreas este ano, principalmente na Saúde, Segurança Pública e Agricultura.
Não vai fazer nenhum favor
O governo do Acre deve repassar o 13º salário, fiquem tranquilos. Mas entendam que a concretização desse pagamento é obrigação de um gestor. Afinal, o PT no Estado sempre pregou que era questão de honra fazer o pagamento do funcionalismo público em dia. Se os Estados do Rio de Janeiros e outros não souberam se planejar, o problema é deles. O funcionalismo do Acre não depende dos recursos do governo do Rio para receber.
Dinheiro na mão é vendaval
O dinheiro da repatriação que foi dividido para os Estados e Municípios deve ser usado principalmente para os gestores atuais pagarem as dívidas até dezembro e os vencimentos dos funcionários. Agora resta saber se isso é prioridade nos projetos de prefeitos do interior do Acre e do todo o Brasil.
Atolados em processos depois do mandato
O que tem de prefeitos deixando o mandato atolados em processos e multas não é brincadeira. Muitos não é por má gestão dos recursos, é porque não se preocuparam em realizar os trâmites e procedimentos administrativos de forma correta respeitando as leis. Segundo dados do Tribunal de Contas (TCE), muitos problemas são identificados constantemente nas prefeituras.

operac%cc%a7a%cc%83o_metastase_-68
Cidade estarrecida com o nível de corrupção

Quem pensou que Brasileia nunca mais passaria por um dia de muita movimentação da Policia Federal na fronteira, se enganou completamente. A operação Metástase em sua segunda fase, que investiga desvio de dinheiro e formação de quadrilha dentro da prefeitura do município há pouco mais de quatro meses vem abalando alguns empresários da região que participaram dos esquemas criminosos que o prefeito afastado, Everaldo Gomes (PMDB), responde.
A operação na fronteira será mais profunda
Ao que tudo indica, segundo relatos de um agente da PF à coluna, mais ações da operação com mandados de busca, apreensão e possíveis prisões devem ocorrer no andar das investigações. “O esquema de corrupção se alastrou por todos os setores do município. Esses envolvidos estão enrolados”, disse um agente à coluna.
Ficou sem ninguém
O ex-prefeito de Acrelândia, Carlinhos, condenado por participar da morte do vereador assassinado Pinté, viveu alguns dias de sofrimento. Esteve internado no hospital e nenhum membro de sua família foi visitá-lo. Sua mãe nem atendia ao telefone quando certa pessoa ligou a pedido de Paulinho.
jessica-sales-05
Não foi à toa sua votação

A deputada federal Jéssica Sales (PMDB) caminha para conquistar e ampliar o espaço deixado pela sua mãe, a ex-deputada Antônia Sales. A jovem médica trabalha como um trator potente, liberando emendas, se posicionando sobre assuntos de grande relevância. Ela chegou na última sexta-feira (11) em Cruzeiro do Sul e já inaugurou uma quadra esportiva fruto de sua emenda parlamentar.
Um nome forte dentro do PMDB
A deputada Jéssica Sales tem qualificação até mesmo para ser candidata ao Senado Federal caso mantenha esse ritmo de trabalho até 2018. Um nome leve, filha de uma família de muito respaldo na política, liderada pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB). A oposição precisa analisar as estratégias e apresentar um nome para disputar a segunda vaga ao Senado que agregue a maioria das forças políticas no interior.
Moral ele tem
O PMDB fez o maior número de prefeituras no interior e deve dar as cartas na indicação de um segundo nome para compor a vaga de senador em uma eventual chapa única da oposição. E neste contexto, caso Vagner tenha qualquer tipo de impedimento para disputar o pleito, teria a escolha de indicar a filha dentro do partido como candidata.