Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Mulher estaria morando em ponto de ônibus do Horto Florestal e população lamenta abandono

A situação de abandono de pessoas com necessidades, sejam elas emocionais, mentais ou financeiras, se espalha por todos os cantos de Rio Branco sem que os órgãos de apoio social apresentem qualquer ação no sentido de auxiliar e acolher esses seres humanos.
A última denúncia partiu de um servidor público federal aposentado, o biblioteconomista Raimundo Ferreira Souza, que contou à reportagem da ContilNet a situação de uma mulher desconhecida que costuma dormir em um banco no ponto de ônibus próximo ao Horto Florestal.
“Todos os dias quando estou caminhando observo esta cena, uma senhora que dorme lá. O dia amanhece e ela continua deitada até depois das oito horas. O pessoal que espera o ônibus ali fica aguardando fora da parada para não incomodar seu sono”, informou Raimundo.
Segundo Raimundo, a mulher aparentemente não oferece perigo às pessoas que ficam nas proximidades aguardando o coletivo, mas de forma geral todos ficam preocupados com a situação de abandono. “Alguém precisa olhar por estas pessoas. Onde estão os órgãos de assistência social?”, questionou.
Raimundo destacou a falta de ações dos órgãos de assistência social, os responsáveis por atender essas pessoas: “Se essa informação chegar até alguém de algum destes setores, sugerimos irem até lá tentar fazer alguma coisa, pois é um ser humano precisando de ajuda”.
Fonte: Contilnet