Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Internado na Santa Casa, na capital, Hildebrando Pascoal é ajudado pelos filhos após ganhar o semiaberto

O ex-coronel da Polícia Militar (PM), Hildebrando Pascoal, internado na Santa Casa de Misericórdia do Acre, é acompanhado pelos filhos que se revezam diariamente para ajuda-lo na rotina de internação. A informação foi passada por um familiar próximo ao ex-deputado federal. Pascoal ganhou, na semana passada, o direito ao regime semiaberto.
Após a conquista da progressão de pena, o Tribunal de Justiça do Acre ainda não informou se Hildebrando deve ir dormir no complexo penitenciário todos os dias, após receber alta da Santa Casa. Condenado por comandar o “Esquadrão da Morte” nos anos 1990, Pascoal está preso desde 1999.
Ainda na sexta-feira, dia 7, o hospital ainda não havia sido notificado sobre a decisão de retirar a escolta policial e deixar Hildebrando apenas com o auxilio dos familiares, dentro do apartamento 103, onde Pascoal está internado. Segundo o Serviço Social da Santa Casa, o ex-deputado federal não tem data para receber alta médica.
Hildebrando foi condenado a 106 anos de prisão pelos crimes de associação para o narcotráfico, homicídio, formação de quadrilha e por liderar um grupo de extermínio. Segundo o processo, ele participou diretamente da morte do mecânico, usando a motosserra para cortar braços e pernas de Firmino.
A decisão de mudar o regime de prisão de Hildebrando Pascoal foi da juíza Luana Campos, da Vara de Execuções Penais da Comarca de Rio Branco. Isso após mais de um ano da primeira conquista do benefício, época em que o Ministério Público Estadual (MPE) recorreu da decisão e congelou a saída de Pascoal.