Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Falando em “situação controlada”, Sebastião anuncia que Ministério da Justiça enviará R$ 3 milhões para o Acre

2e646bef-bcdf-4bc6-9fb9-9840bfb16f0e
Logo após o conflito no presídio estadual Francisco de Oliveira Conde, nesta quinta-feira, que culminou na morte de três presos e pelo menos 20 feridos, segundo informações preliminares do Iapen, o governador Sebastião Viana anunciou durante coletiva, na Casa Rosada, que o Ministério da Justiça irá liberar R$ 3 milhões para a execução de projetos do Fundo Penitenciário no Estado. O envio do recurso foi uma solicitação do governador.
Na coletiva, ao lado da cúpula da Segurança Pública, Viana confirmou a informação de que dois agentes penitenciários teriam facilitado a entrada de armas para membros de facções dentro do presídio. Eles estão presos.
“Recurso para atender projetos do Fundo Penitenciário, que é um direito do governo do Estado do Acre. Solicitei mais reforço. Nós já tínhamos tido a promessa de mais reforço de agentes da Força Nacional e coloquei pra ele o agradecimento pela presença, mais uma vez, do Exército no combate nas rodovias federais e nas áreas de fronteira.”
Ainda ao comentar a rebelião dentro do presídio e as mortes, o governador tratou a situação como “dramática”. “Três mortos com tiros e 20 alvejados. Uma situação dramática já devidamente controlada pelas polícias. Guerras de facções criminosas envolvendo 25 integrantes facções criminosas do Rio de Janeiro que entraram aqui, do Rio de Janeiro e de São Paulo. Nós já estamos num trabalho muito avançado das polícias. Nenhum cidadão de bem, nenhuma pessoa que não tenha a ver com ambiente de crime foi atingida na sua integridade física. Isso é o mais importante pra nós.”