Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Cardeal do Vaticano é interrogado pela polícia por pedofilia


As autoridades policiais australianas interrogaram nesta quarta-feira (26) o cardeal George Pell, secretário de Finanças do Vaticano e principal representante da Igreja Católica na Austrália, em Roma por uma investigação sobre abusos sexuais de menores de idade.



A polícia do estado de Victoria informou em um comunicado que três oficiais "viajaram a Roma na semana passada e o cardeal George Pell participou voluntariamente em um interrogatório a respeito das acusações de abuso sexual", informou o G1.
"Após o interrogatório, as investigações devem prosseguir. Não estamos preparados para fazer mais comentários neste momento", finaliza a nota.
Em julho deste ano, o canal Australian Broadcasting Corporation denunciou várias acusações de abusos de menores contra Pell.
Entre as acuações contra o religioso estão os depoimentos de dois homens, hoje na casa dos 40 anos, que alegam ter sido apalpados pelo cardeal no verão de 1978-79 na cidade de Ballarat.
Segundo outro depoimento, Pell teria ficado nu diante de três meninos com idade entre 8 e 10 anos no vestiário de um clube de surge no verão de 1986-1987. Pell nega todas as acusações e denuncia um complô contra o seu nome.
Em agosto o papa Francisco defendeu o direito à presunção de inocência de seu ministro. "Temos que evitar os veredictos da imprensa, veredictos baseados em fofocas", declarou o pontífice.