Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Mãe acusa policiais militares de espancarem filho de 18 anos no Acre

A dona de casa Adriana Ferreira Lima, de 37 anos, afirma que o filho dela, Mateus Lima da Silva, de 18, foi espancado por três policiais militares. O caso ocorreu no último sábado (16) em Rio Branco.
Segundo Adriana, as agressões teriam ocorrido no bairro Bahia Velha e uma viatura do 3º Batalhão da Polícia Militar do Acre levou o jovem para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Sobral.
Ao G1, a Polícia Militar do Acre (PM-AC), disse desconhecer a situação, mas solicitou que a mãe compareça na Corregedoria da instituição para fazer um termo de reclamação que deve dar início a um procedimento administrativo.
"Ele estava na casa de um amigo atrás da minha casa e esperou o dia clarear para ir para voltar. Eu tinha umas cervejas e ele pediu para tomar lá com os amigos. Quando ia saindo, os policiais o viram, apagaram o farol da viatura e já começaram a espancar", afirma a mãe.
O jovem conta que foi espancando por ao menos meia hora. "Ficavam apontando a arma para mim. Eu fiquei inconsciente e algemado no canto da viatura, e me levaram para UPA. Só estava tomando essa cerveja e já estava no caminho de casa", detalha o jovem.
A mãe diz que encontrou o filho na manhã do domingo (17) na saída da Delegacia de Flagrantes (Defla), para onde o jovem teria sido levado após receber atendimento na unidade de saúde.
Adriana diz que os policiais informaram que havia um arrombamento na localidade e imaginaram que o jovem seria o responsável pelo crime. Revoltada, a dona de casa fala que pretende entrar na Justiça contra os agentes."Na UPA, ele fez Raio x. Cortou o nariz e pegou ponto. Mas está tudo bem”, lamenta.