Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Jovem baleado na boate Se7 Club morre na sala de cirurgia; policial federal pode ser o autor dos tiros

O jovem Rafael Frota, 26 anos, baleado na madrugada deste sábado (2) dentro da boate Se7 Club não resistiu aos ferimentos e foi a óbito logo nas primeiras horas da manhã quando estava na sala de cirurgia do Huerb. Ele foi atingido por um tiro no abdome.

RAFA
Rafael teria sido morto por um policial federal/Foto: Administradores da Hora
Um primo da vítima, Jardeson Guimaraes, 35 anos , disse que quem matou Rafael teria sido o agente da Polícia Federal Victor Manuel Fernandes Campelo, que no meio da confusão que se instalou na boate, acabou atirando também em um amigo de Rafael e em si mesmo. O atirador, que até a manhã deste sábado vinha tendo o nome mantido em sigilo, está internado no Hospital de Urgência e Emergência (Huerb), onde vários policias fazem a sua guarda.

“Meu primo não tinha na a ver com a confusão, estava apenas se divertindo. Pelo que sabemos alguém mexeu com a namorada do policial e ele, enfurecido, começou a atirar para todos os lados sem se importar com pessoas inocentes”, denuncia Jardeson.
Um amigo de Rafael, Neocione Patrício, 32 anos, também foi atingido na perna e no abdomem, mas segundo Jardeson, não corre mais risco de morte.

A mãe do jovem, Neide Chaves Frota, postou mensagem em uma rede social lamentando a morte do filho. “Meu amor, filho querido, não tô entendendo. Você me deixou. Dor demais, você me abandonou e nem me disse adeus”.

Um médico plantonista do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) também confirmou a morte de Rafael.
Por Contilnet