Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Idosa tem casa incendiada e afirma que genro teria ameaçado cometer o crime, em Rio Branco

A aposentada Maria das Graças da Silva Reis, de 65 anos, ficou somente com a roupa do corpo após sua residência ter sido incendiada durante o fim de semana. Ela não estava em casa, mas suspeita que o genro tenha cometido o crime, pois, teria sido ameaçada no por ele no sábado (16). O fato aconteceu na Rua São José, dependências do bairro Belo Jardim.
A idosa registrou um Boletim de Ocorrências na segunda regional de Polícia Civil (Seis de Agosto). Ela conta que no sábado (16), o seu genro, Antônio Domingos Alves da Silva, de 36 anos, visivelmente alcoolizado, chegou em casa dizendo que iria queimar a casa e matar ela, a filha e os próprios filhos dele.
Dona Maria disse que saiu e deixou a casa sozinha por cerca de duas horas, quando recebeu uma ligação de vizinhos avisando que a sua casa teria sido incendiada. Ninguém chegou a ver quem teria cometido o crime, no entanto, ela afirma ter certeza de que foi o genro.
“Ele me ameaçou, chegou bêbado, disse que ia queimar a casa e matar eu, minha filha e os próprios filhos, eu sai e depois recebi uma ligação avisando que minha casa tinha sido queimada. Eu sei que foi meu genro, a polícia esteve aqui, mas ele está foragido”. Desabafa a idosa.
O Corpo de Bombeiros chegou a comparecer ao local para apagar o fogo, porém, toda a casa e móveis foram consumidos e deu tempo de salvar apenas o cachorro.