Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Aconselhado por correligionários, Bocalom volta atrás e mantém pré-candidatura a prefeito

Tião Bocalom convive ainda com a dúvida se irá ou não se candidatar a prefeito de Rio Branco. O DEM, partido que ele preside no Acre, marcou para o dia 31 deste mês a convenção para homologar seu nome como candidato ao cargo.
Na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-prefeito de Acrelândia chegou a falar para pessoas próximas da intenção de retirar sua pré-candidatura, porém aconselhado por seus correligionários voltou atrás.
Bocalom disse que não descarta desistir da disputa. Ele entende que não há condições de ir para uma eleição “sozinho” sem uma aliança de partidos. Caso isso ocorra, sua desistência, a tendência é de que ele apoie a pré-candidatada do PMDB à prefeitura de Rio Branco, a deputada Eliane Sinhasique.
“Eu não desisti ainda. Estamos conversando internamente. Essa decisão será tomada logo, acho que amanhã (sábado). Claro que não tem com eu sair sozinho, não tem com sair candidato isolado. Nós estamos conversando com as nossas lideranças para tomarmos essa decisão. Por enquanto a nossa pré-candidatura está mantida”, diz.
Nesta sexta-feira, Bocalom, como presidente do DEM, participa em Cruzeiro do Sul da convenção do PMDB que marca o lançamento da candidatura de Ilderlei Cordeiro à prefeitura do município.
Luciano Tavares, da redação ac24horas