Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Sebastião é questionado e solta o verbo contra morador do interior

O governador Sebastião Viana perdeu as estribeiras na manhã desta sexta-feira, 10, durante uma solenidade em Manuel Urbano, após ser criticado em voz alta por um morador do município, enquanto discursava sugerindo à prefeitura da cidade mais cuidado com as vias da cidade pavimentadas através do programa Ruas do Povo. No meio do discurso do governador, o homem passou a questioná-lo. Foi quando Sebastião mudou o tom do discurso e se dirigiu ao morador: “Tipo assim, uma pessoa que só vem pra falar mal dos atos dos outros. Recebe dez reais pra vir falar mal, aí não cabe. Merece que a gente diga esse tipo de gente não serve pra nada. Não vai crescer na vida. Vem pra cá pra trazer mentiras, pra provocar as pessoas”. Evidenciando mais irritação à medida que falava, Sebastião sugeriu: “Vá trabalhar rapaz, vá trabalhar e ter responsabilidade no seu dia a dia-a-dia. Aqui ainda é lugar de respeito. Aqui estou tratando de interesse público. Aprenda isso. Aprenda a respeitar as pessoas. O debate que a gente faz é com democracia. Eu nunca vou no palanque da oposição pra falar mal de ninguém”. Em seguida, o homem foi retirado do local pelo chefe do serviço de segurança do governador. Sebastião Viana aproveitou ainda para alfinetar a oposição. “Agora a oposição tinha que botar emenda pra tapar os buracos das ruas de Manuel Urbano, tinha que botar dinheiro pras prefeituras. Tão lá em Brasília passeando, tomando o whisky e não vem trabalhar.” Nesta sexta-feira, Sebastião Viana cumpriu agenda em Feijó, Tarauacá e Manuel Urbano. Na oportunidade ele lançou um programa de incentivo a produção com investimos de R$20 milhões. Ninguém da assessoria do governo foi encontrado para comentar o assunto.