Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

OAB Acre se solidariza com advogado espancado por policiais militares durante blitz


O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Acre, Marcos Vinicius Jardim Rodrigues, divulgou nota em solidariedade ao advogado rondoniense, Isac Neris Ferreira dos Santos, 45 anos, vítima de agressões por parte de policiais militares na cidade de Porto Velho, Rondônia, na madrugada desta sexta-feira (24).
De acordo com o site Rondônia Agora, Isac foi brutalmente espancado por policiais durante uma blitz da Operação Alccol Zero. Após ser espancado e algemado, o advogado foi levado ao hospital para receber atendimento médico.
Em representação encaminhada à Secretaria de Defesa, a Comissão de Prerrogativa da OAB rondoniense detalha que Isac foi chamado durante a madrugada para atender um cliente. A comissão diz que ele estava com a esposa e um irmão e seguia de carona no veículo, que parou a alguns metros de uma blitz na Avenida Daniela com Amazonas. Ao descer do carro, foi abordado por policiais militares e se identificou, avisando que ia conversar com o cliente que havia sido autuado na blitz.
Após isso, a comissão informou que a sessão de agressões verbais, psicológicas e físicas foi iniciada. o advogado conta que foi questionado sobre a sua CNH e os soldados exigiam que ele realizasse o teste do bafômetro. Como se negou a confusão teve início.
Em depoimento ao Rondônia Agora, a esposa do advogado disse que o marido foi questionar uma policial feminina e ela teria gritado para que Isac Neres não a tocasse. Um outro militar deu uma “gravata” no profissional e o jogou no asfalto. A policial feminina teria então levado um cassetete para o colega. Outros policiais chegaram e o advogado foi algemado e agredido com violência, principalmente no rosto e nas costas. Como viram a gravidade da situação, os próprios militares acionaram o socorro.
No final da tarde desta sexta-feira, o Conselho Estadual, que se reúne mensalmente, reuniu os mais de 30 conselheiros e seguiu ao Comando Geral da PM exigindo providências contra os policiais militares.
Versão da PM
No Boletim de Ocorrência, os militares alegaram que pediram documentação para a motorista do veículo e foram agredidos verbalmente pelo advogado que empurrou uma policial feminina, “partindo para luta corporal com essa guarnição”. Sobre as agressões, os militares narram que usaram força moderada e técnicas de imobilização para contornar a situação.
Confira abaixo a nota enviada pela OAB/AC:
A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre (OAB/AC) vem a público prestar solidariedade à Seccional coirmã de Rondônia e à toda a advocacia Rondoniense, em virtude dos graves atos cometidos por Policiais Militares daquele Estado contra o Advogado Isac Neris Ferreira dos Santos, algemado, agredido e torturado na madrugada do dia 24 de junho, quando no exercício da sua profissão representava cliente detido em fiscalização de trânsito.
A OAB/AC repudia de forma veemente o ato truculento e desumano, ao tempo em que encorpa o coro por punição exemplar e incontinenti de todos os responsáveis.
O ato, desmedido e desarrazoado, remonta os períodos de exceção, num grave atentado à Democracia, numa grotesca violação dos direitos humanos que merece nossa mais vigorosa repulsa.
Marcos Vinícius Jardim Rodrigues

Presidente
Com informações do Rondônia Agora